Leitura Estratégica

[Mudança de local e data] Projeto “A Fazendinha” chega a Goiânia

Projeto A Fazendinha chega a Goiânia dia 15 de novembro e reúne cerca de 25 animais, vindos diretamente da fazenda


Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), hoje 90% da população do Centro-Oeste reside no perímetro urbano. Isso é uma consequência dos últimos 40 anos, em que a população brasileira inverteu sua moradia. Um reflexo desta vida urbana são as crianças que estão cada vez mais conectadas e ligadas as inovações tecnológicas. Com isso, esta geração desconhece experiências como: andar a cavalo, tirar leite de vaca, coletar ovos de galinha no ninho e até mesmo noções de cuidado e responsabilidade com um animal.

Pensando nisso, o projeto A Fazendinha chega a Goiânia pela primeira vez para proporcionar este resgate à cultura rural para a criança e toda a família. A ação começa nesta sexta-feira, dia 15, às 16h, e segue até o dia 15 de dezembro, na Praça da T-23, no setor Bueno. “O projeto surgiu quando eu vi a minha filha com medo de animais. Como fui criada na fazenda, e nós moramos na cidade, era muito difícil ela ter esse contato. Então eu tive a ideia de trazer a fazenda para o perímetro urbano”, comenta Jorcyane Lima, organizadora do projeto.

São cerca de 25 animais, vindos diretamente da fazenda, onde a criançada tem contato direto com todos eles, interagindo inclusive com bichos que só conheciam pela televisão. Entre as espécies trazidas nesta edição, destacam-se: pôneis, vacas, galinhas, pintinhos, coelhos, touros, patos, além de cabras, ovelhas, porquinhos-da-Índia e cavalos. A Fazendinha oferece também aulas sobre o estilo da fazenda, passeios a cavalo, passeios de charrete, coleta de ovos no ninho, passeios de pônei, fotos com animais e ordenhamento de leite em vacas no tradicional estilo caipira.

A atração tem como objetivo aproximar as crianças da vida no campo, resgatar as tradições rurais, cada vez mais esquecidas, ensinar sobre a importância das atividades realizadas no campo, além de mostrar o valor do agronegócio no Brasil. Para se ter uma ideia, no ano passado, o setor cresceu 13%, a maior taxa de crescimento da série histórica, iniciada em 1996. E a safra de grãos recorde ajudou o País no combate à inflação.

Ensino pedagógico

Pedagogicamente rica e inovadora, A Fazendinha desperta o desenvolvimento cognitivo, afetivo e conativo de crianças quanto ao conhecimento e convívio com animais. Por meio de uma estrutura lúdica, num “pedacinho da roça”, os pequenos mergulham nesse contexto, aprendendo mais sobre como os animais nascem, se alimentam, onde vivem, como se deslocam e a cobertura do corpo deles, entre outros temas. Para cuidar dessa parte pedagógico-educativa, o projeto conta com monitores, instrutores e especialistas.

“Essa experiência leva às crianças uma nova visão, interação e conhecimento dos animais, além de revelar também as necessidades e cuidados que os bichos necessitam, e como elas podem fazer para que eles se sintam mais felizes e saudáveis”, finaliza Jorcyane.

Serviço – A FAZENDINHA

Quando: De 15/11 a 15/12

Onde: Praça da T-23, Setor Bueno (Espaço Opus)

Horário: De terça a sexta, das 16h às 20h, e sábado e domingo, das 8h às 19h, com intervalo para descanso dos animais das 12h às 15h.

Preço: R$ 40,00 por criança (adultos e acompanhantes adultos não pagam)

Idade mínima: crianças a partir de 6 meses

Mais informações: (61) 99668-0478

[Mudança de local e data] Projeto “A Fazendinha” chega a Goiânia

Projeto A Fazendinha chega a Goiânia dia 15 de novembro e reúne cerca de 25 animais, vindos diretamente da fazenda


Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), hoje 90% da população do Centro-Oeste reside no perímetro urbano. Isso é uma consequência dos últimos 40 anos, em que a população brasileira inverteu sua moradia. Um reflexo desta vida urbana são as crianças que estão cada vez mais conectadas e ligadas as inovações tecnológicas. Com isso, esta geração desconhece experiências como: andar a cavalo, tirar leite de vaca, coletar ovos de galinha no ninho e até mesmo noções de cuidado e responsabilidade com um animal.

Pensando nisso, o projeto A Fazendinha chega a Goiânia pela primeira vez para proporcionar este resgate à cultura rural para a criança e toda a família. A ação começa nesta sexta-feira, dia 15, às 16h, e segue até o dia 15 de dezembro, na Praça da T-23, no setor Bueno. “O projeto surgiu quando eu vi a minha filha com medo de animais. Como fui criada na fazenda, e nós moramos na cidade, era muito difícil ela ter esse contato. Então eu tive a ideia de trazer a fazenda para o perímetro urbano”, comenta Jorcyane Lima, organizadora do projeto.

São cerca de 25 animais, vindos diretamente da fazenda, onde a criançada tem contato direto com todos eles, interagindo inclusive com bichos que só conheciam pela televisão. Entre as espécies trazidas nesta edição, destacam-se: pôneis, vacas, galinhas, pintinhos, coelhos, touros, patos, além de cabras, ovelhas, porquinhos-da-Índia e cavalos. A Fazendinha oferece também aulas sobre o estilo da fazenda, passeios a cavalo, passeios de charrete, coleta de ovos no ninho, passeios de pônei, fotos com animais e ordenhamento de leite em vacas no tradicional estilo caipira.

A atração tem como objetivo aproximar as crianças da vida no campo, resgatar as tradições rurais, cada vez mais esquecidas, ensinar sobre a importância das atividades realizadas no campo, além de mostrar o valor do agronegócio no Brasil. Para se ter uma ideia, no ano passado, o setor cresceu 13%, a maior taxa de crescimento da série histórica, iniciada em 1996. E a safra de grãos recorde ajudou o País no combate à inflação.

Ensino pedagógico

Pedagogicamente rica e inovadora, A Fazendinha desperta o desenvolvimento cognitivo, afetivo e conativo de crianças quanto ao conhecimento e convívio com animais. Por meio de uma estrutura lúdica, num “pedacinho da roça”, os pequenos mergulham nesse contexto, aprendendo mais sobre como os animais nascem, se alimentam, onde vivem, como se deslocam e a cobertura do corpo deles, entre outros temas. Para cuidar dessa parte pedagógico-educativa, o projeto conta com monitores, instrutores e especialistas.

“Essa experiência leva às crianças uma nova visão, interação e conhecimento dos animais, além de revelar também as necessidades e cuidados que os bichos necessitam, e como elas podem fazer para que eles se sintam mais felizes e saudáveis”, finaliza Jorcyane.

Serviço – A FAZENDINHA

Quando: De 15/11 a 15/12

Onde: Praça da T-23, Setor Bueno (Espaço Opus)

Horário: De terça a sexta, das 16h às 20h, e sábado e domingo, das 8h às 19h, com intervalo para descanso dos animais das 12h às 15h.

Preço: R$ 40,00 por criança (adultos e acompanhantes adultos não pagam)

Idade mínima: crianças a partir de 6 meses

Mais informações: (61) 99668-0478