Leitura Estratégica

Projeto de profissionalização de cooperativas de reciclagem de Goiânia entra na segunda fase

Resultado de parceria entre Sistema OCB/SESCOOP, AMMA, Ministério Público de Goiás, Senai e UFG, iniciativa ouve representantes de cooperativas para estruturação de ações de fortalecimento e geração de renda


As principais cooperativas de reciclagem da Região Metropolitana de Goiânia reuniram-se, nesta quinta-feira (7), com representantes do Sistema OCB/SESCOOP, Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA), Ministério Público de Goiás, Senai e Universidade Federal de Goiás (UFG). Este foi o primeiro encontro no âmbito do projeto de profissionalização das cooperativas de reciclagem após a assinatura do protocolo de intenções, em outubro.

Em pauta, as principais demandas das cooperativas e a formatação de cursos e serviços oferecidos no decorrer da iniciativa. De acordo com o presidente do Sistema OCB/SESCOOP-GO, Luís Alberto Pereira, a ideia é, por meio do SESCOOP/GO, oferecer cursos de capacitação, empreendedorismo e formação de dirigentes, para que as cooperativas de reciclagem sejam competitivas e sustentáveis.

A partir de agora, após a formalização da iniciativa, as cooperativas são convidadas a participar ativamente da estruturação de ações e consultorias das quais serão beneficiadas. “Essa é uma forma de levantar e atender as reais necessidades desse público, para que o projeto tenha legitimidade na proposta de desenvolvimento do empreendedorismo, da profissionalização e da melhoria das condições de trabalho da categoria. Sem dúvida, a partir da participação das lideranças e da adesão das primeiras cooperativas (com o registro na OCB-GO), esse trabalho será repercutido e multiplicado para outras”, explica o presidente.

Dulce do Vale, representante da Cooper Rama, destacou, durante a oficialização do projeto, que a profissionalização é o principal passo para o fortalecimento das cooperativas de reciclagem. “Nós vamos concorrer com empresas. Se a gente não profissionalizar, o que vamos ser?”, questiona. “A gente tem que preparar para isso. E preparar como? Profissionalizando.”

Sobre o Sistema OCB/SESCOOP-GO

O Sistema OCB/SESCOOP-GO é a instituição responsável pela representação, defesa, formação e desenvolvimento do cooperativismo em Goiás, também chamada de Casa do Cooperativismo Goiano. Reúne as duas entidades locais que trabalham pelas cooperativas do Estado:

– OCB-GO: é o Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras no Estado de Goiás, que defende os interesses institucionais, políticos e socioeconômicos do cooperativismo goiano e presta serviços de suporte administrativo, técnico e logístico, de natureza sindical e organizacional.

– SESCOOP/GO: é o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado de Goiás, braço educacional do Sistema, que promove formação e capacitação técnico-profissional do público cooperativista goiano (cooperados, empregados e dirigentes).

*** Na foto: Reunião desta quarta (7) foi a primeira após a formalização do projeto (Divulgação/OCB-GO)

Projeto de profissionalização de cooperativas de reciclagem de Goiânia entra na segunda fase

Resultado de parceria entre Sistema OCB/SESCOOP, AMMA, Ministério Público de Goiás, Senai e UFG, iniciativa ouve representantes de cooperativas para estruturação de ações de fortalecimento e geração de renda


As principais cooperativas de reciclagem da Região Metropolitana de Goiânia reuniram-se, nesta quinta-feira (7), com representantes do Sistema OCB/SESCOOP, Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA), Ministério Público de Goiás, Senai e Universidade Federal de Goiás (UFG). Este foi o primeiro encontro no âmbito do projeto de profissionalização das cooperativas de reciclagem após a assinatura do protocolo de intenções, em outubro.

Em pauta, as principais demandas das cooperativas e a formatação de cursos e serviços oferecidos no decorrer da iniciativa. De acordo com o presidente do Sistema OCB/SESCOOP-GO, Luís Alberto Pereira, a ideia é, por meio do SESCOOP/GO, oferecer cursos de capacitação, empreendedorismo e formação de dirigentes, para que as cooperativas de reciclagem sejam competitivas e sustentáveis.

A partir de agora, após a formalização da iniciativa, as cooperativas são convidadas a participar ativamente da estruturação de ações e consultorias das quais serão beneficiadas. “Essa é uma forma de levantar e atender as reais necessidades desse público, para que o projeto tenha legitimidade na proposta de desenvolvimento do empreendedorismo, da profissionalização e da melhoria das condições de trabalho da categoria. Sem dúvida, a partir da participação das lideranças e da adesão das primeiras cooperativas (com o registro na OCB-GO), esse trabalho será repercutido e multiplicado para outras”, explica o presidente.

Dulce do Vale, representante da Cooper Rama, destacou, durante a oficialização do projeto, que a profissionalização é o principal passo para o fortalecimento das cooperativas de reciclagem. “Nós vamos concorrer com empresas. Se a gente não profissionalizar, o que vamos ser?”, questiona. “A gente tem que preparar para isso. E preparar como? Profissionalizando.”

Sobre o Sistema OCB/SESCOOP-GO

O Sistema OCB/SESCOOP-GO é a instituição responsável pela representação, defesa, formação e desenvolvimento do cooperativismo em Goiás, também chamada de Casa do Cooperativismo Goiano. Reúne as duas entidades locais que trabalham pelas cooperativas do Estado:

– OCB-GO: é o Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras no Estado de Goiás, que defende os interesses institucionais, políticos e socioeconômicos do cooperativismo goiano e presta serviços de suporte administrativo, técnico e logístico, de natureza sindical e organizacional.

– SESCOOP/GO: é o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado de Goiás, braço educacional do Sistema, que promove formação e capacitação técnico-profissional do público cooperativista goiano (cooperados, empregados e dirigentes).

*** Na foto: Reunião desta quarta (7) foi a primeira após a formalização do projeto (Divulgação/OCB-GO)