Leitura Estratégica

Prefeitura fecha acordo com comerciantes para relocação da Feira Hippie

Força de Segurança para a revitalização da Praça do Trabalhador já começou a atuar nesta segunda, 10/6


Depois de mais de 20 reuniões e 7 propostas, a negociação da Prefeitura de Goiânia com os feirantes e empresários da Região da 44 foi fechada na manhã de ontem (10), com a definição dos novos locais e horários de funcionamento das Feiras Hippie e da Madrugada durante as obras de revitalização da Praça do Trabalhador.

Previstas inicialmente para o dia 3 de junho, as obras começam nesta segunda-feira (10), mas a Feira Hippie e a Feira da Madrugada ainda funcionarão no mesmo local na primeira semana.

O Secretário de Trânsito, Transportes e Mobilidade, Fernando Santana, anunciou no final de manhã que, durante as obras, a Feira Hippie vai ocupar parte da Praça do Trabalhador.

Para acomodar as barracas, uma pista da Avenida 44, entre a Viela da 44 e Avenida Independência será interditada para o trânsito no sentido Norte/Sul. Feirantes também ocuparão o trecho da 67-A, paralelo à Avenida Independência, entre a Avenida 44 e a Goiás Norte.

Para facilitar a circulação no maior bloco da Feira Hippie, será criada uma via central entre a 44 e a Goiás Norte. A Feira da Madrugada ocupará a Viela da 44.

Segundo o secretário Fernando Santana, essa proposta atende a todos os envolvidos, feirantes, empresários e a população. “Conseguimos negociar com respeito à toda comunidade e a revitalização vai garantir uma belíssima Praça para toda a cidade e uma Feira Hippie com as condições ideais.”

A Prefeitura programa que a Feira da Madrugada comece a funcionar no novo local, a partir do dia 19, e a Feira Hippie, a partir do dia 21.

A Feira da Madrugada terá montagem das bancas após às 13 horas de quarta-feira e funcionamento de 15 horas da quarta até 23h59 de quinta-feira. Já a Feira Hippie será montada partir da 3 horas de sexta-feira, com funcionamento das 10 horas de sexta-feira até 15 horas de domingo.

Força de Segurança

A ação da Força de Segurança visa organizar a região da 44 da melhor forma possível, propiciando a adaptação dos feirantes aos novos locais com tranquilidade e menor impacto para a população. A operação envolve os serviços preliminares no local, e o trabalho informativo e educativo sobre as mudanças. Isso inclui a orientação e retirada dos ambulantes e comerciantes irregulares a partir do dia 13.

De acordo com o comandante do Grupo de Gestão Integrada do Município (GGIM), José Eulálio Vieira, o Plano de Segurança inclui a atuação conjunta da Guarda Civil Metropolitana, Policias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária, equipes de fiscalização da Amma e Postura, equipes de vigilância sanitária, posturas e de sinalização e fiscalização de Trânsito.

O secretário Fernando Santana explica que, para permir o funcionamento da feira, a SMT fará intervenções no trânsito com sinalização educativa (implantação de faixas, semáforos e placas de orientação), além da proibição de estacionamento total nas Avenidas 44 e Contorno.

“A SMT vai fazer o que for necessário para garantir fluidez no trânsito e tranquilidade aos condutores”, disse Fernando Santana.

De acordo com o secretário Dolzonan Matos (Seinfra), é importante iniciar as obras o mais rápido possível, aproveitando o período de estiagem. A Prefeitura programa a entrega do novo espaço em cinco meses (novembro) com orçamento de R$ 6.8 milhões.

Nova Praça do Trabalhador

Com a reforma, a Praça do Trabalhador vai ganhar novo sistema de drenagem, banheiros públicos, sede para a associação e rádio dos feirantes e uma área para estacionamento de ônibus, carros e motos.

Com a obra pronta, a Feira Hippie voltará a funcionar na Praça, às sextas, sábados e domingos. As bancas serão uniformizadas em em metalon com 2,00 x 1,00 mts, fixadas em conjunto de 30 bancas, sendo 15 de cada lado, cobertas com lona bege com fundo branco e beirais. A Feira da Madrugada retornará às quartas e quintas.

Durante a semana funcionará na Praça um estacionamento para 1.272 vagas, contemplando todas as variáveis de veículos (carros, motos, bicicletas e ônibus).

Prefeitura fecha acordo com comerciantes para relocação da Feira Hippie

Força de Segurança para a revitalização da Praça do Trabalhador já começou a atuar nesta segunda, 10/6


Depois de mais de 20 reuniões e 7 propostas, a negociação da Prefeitura de Goiânia com os feirantes e empresários da Região da 44 foi fechada na manhã de ontem (10), com a definição dos novos locais e horários de funcionamento das Feiras Hippie e da Madrugada durante as obras de revitalização da Praça do Trabalhador.

Previstas inicialmente para o dia 3 de junho, as obras começam nesta segunda-feira (10), mas a Feira Hippie e a Feira da Madrugada ainda funcionarão no mesmo local na primeira semana.

O Secretário de Trânsito, Transportes e Mobilidade, Fernando Santana, anunciou no final de manhã que, durante as obras, a Feira Hippie vai ocupar parte da Praça do Trabalhador.

Para acomodar as barracas, uma pista da Avenida 44, entre a Viela da 44 e Avenida Independência será interditada para o trânsito no sentido Norte/Sul. Feirantes também ocuparão o trecho da 67-A, paralelo à Avenida Independência, entre a Avenida 44 e a Goiás Norte.

Para facilitar a circulação no maior bloco da Feira Hippie, será criada uma via central entre a 44 e a Goiás Norte. A Feira da Madrugada ocupará a Viela da 44.

Segundo o secretário Fernando Santana, essa proposta atende a todos os envolvidos, feirantes, empresários e a população. “Conseguimos negociar com respeito à toda comunidade e a revitalização vai garantir uma belíssima Praça para toda a cidade e uma Feira Hippie com as condições ideais.”

A Prefeitura programa que a Feira da Madrugada comece a funcionar no novo local, a partir do dia 19, e a Feira Hippie, a partir do dia 21.

A Feira da Madrugada terá montagem das bancas após às 13 horas de quarta-feira e funcionamento de 15 horas da quarta até 23h59 de quinta-feira. Já a Feira Hippie será montada partir da 3 horas de sexta-feira, com funcionamento das 10 horas de sexta-feira até 15 horas de domingo.

Força de Segurança

A ação da Força de Segurança visa organizar a região da 44 da melhor forma possível, propiciando a adaptação dos feirantes aos novos locais com tranquilidade e menor impacto para a população. A operação envolve os serviços preliminares no local, e o trabalho informativo e educativo sobre as mudanças. Isso inclui a orientação e retirada dos ambulantes e comerciantes irregulares a partir do dia 13.

De acordo com o comandante do Grupo de Gestão Integrada do Município (GGIM), José Eulálio Vieira, o Plano de Segurança inclui a atuação conjunta da Guarda Civil Metropolitana, Policias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária, equipes de fiscalização da Amma e Postura, equipes de vigilância sanitária, posturas e de sinalização e fiscalização de Trânsito.

O secretário Fernando Santana explica que, para permir o funcionamento da feira, a SMT fará intervenções no trânsito com sinalização educativa (implantação de faixas, semáforos e placas de orientação), além da proibição de estacionamento total nas Avenidas 44 e Contorno.

“A SMT vai fazer o que for necessário para garantir fluidez no trânsito e tranquilidade aos condutores”, disse Fernando Santana.

De acordo com o secretário Dolzonan Matos (Seinfra), é importante iniciar as obras o mais rápido possível, aproveitando o período de estiagem. A Prefeitura programa a entrega do novo espaço em cinco meses (novembro) com orçamento de R$ 6.8 milhões.

Nova Praça do Trabalhador

Com a reforma, a Praça do Trabalhador vai ganhar novo sistema de drenagem, banheiros públicos, sede para a associação e rádio dos feirantes e uma área para estacionamento de ônibus, carros e motos.

Com a obra pronta, a Feira Hippie voltará a funcionar na Praça, às sextas, sábados e domingos. As bancas serão uniformizadas em em metalon com 2,00 x 1,00 mts, fixadas em conjunto de 30 bancas, sendo 15 de cada lado, cobertas com lona bege com fundo branco e beirais. A Feira da Madrugada retornará às quartas e quintas.

Durante a semana funcionará na Praça um estacionamento para 1.272 vagas, contemplando todas as variáveis de veículos (carros, motos, bicicletas e ônibus).